21 de set de 2011

(...) Porém, se a vida me permitir, estarei com você!



É difícil, eu quero lhe escrever, mas me fogem as palavras... Tremem-me as mãos, e nem sei ao menos por onde começar.

Tudo aconteceu tão rápido, eu não quero lhe perder, meu coração te chama mais minha razão me diz que talvez não seja o certo. E nessa indecisão eu me perco e acabo te perdendo também. Talvez eu deva continuar com meu medo de te querer e deixar a vida passar, continuar seguindo como tudo está.

Mas aí me vem o coração, inventando história de saudade...
Huuummm...

Eu confesso que tenho medo. Medo de sofrer de novo, medo de fazer sofrer.
Medo por me conhecer direito. E saber que minha decisão hoje, pode ser uma, mas amanhã pode ser outra bem diferente.



 Hoje tudo pode parecer muito fácil para você, mas nem tudo nesta vida é o que parece ser. Quando você entender o porquê de meus princípios, entenderá o porquê, de minha razão não te querer. Aí está à questão: nunca entenderás meus princípios e minhas razões, nem eu mesma as entendo, por que estão em constantes mutações. 

Hoje eu posso te fazer muito feliz, mas amanhã não sei o que serei... Sou de momentos, nunca espere nada de mim.
  
Não procuro perfeição, não procuro nos outros, o que a em mim, muito menos o que não a, pois sei que não encontrarei.









 P;S:. Não quero que me entenda. Não é preciso! Quero a penas que se for pra ser... Que esteja ao meu lado, só isso!





Luana Liarkeis"

2 comentários:

  1. Lindo texto ..

    Desculpe-me pela longa ausência, estive passando por uma recaída de desânimo e estava/esta sendo difícil de me recompor. Mais se Deus quiser vou conseguir me erguer por inteiro. Vou responder a todos os comentários pendentes, e espero que me entenda e volte a comentar.. Beijos e fique com Deus.

    ResponderExcluir

Suas palavras para mim são muito importante!!
Esteja a vontade em comentar, a honra é toda minha!!
Obrigada!
E volte sempre!!