2 de abr de 2012

E você brincou...


Brincou de me amar.
Brincou de me querer.
Brincou comigo e me faz te querer.
Me chama, me olha, me quer, me deseja, me deixa louca e depois me esnoba.
E nem assim te detesto. Te vejo, te quero e me entrego.


Luana Liarkeis"

8 comentários:

  1. Ahh, ficou como um poema. Bem feito e bonito. Gostei.
    Bjws amor. Até logo.


    Tiver um tempo:
    semguarda-chuvas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. O pior momento é quando você descobre que a pessoa está brincando com você e tudo que sente, que tudo aquilo que a pessoa fez, não passa de uma grande peça de teatro.

    Adorei o texto, mesmo. Beijos
    shakespearementiu.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Lu, de novo aqui me deliciando com teu blog lindo!
    Você foi até o Thoughts (recentemente?) Desculpa a demora para responder, mas estávamos com um problema, não estávamos acessando o blog, Yasmin te mandou um e-mail respondendo, se não tiver chegado passa lá e deixa o seu e-mail certo!

    Abraço,
    Thiaago Azeveedo.

    ResponderExcluir
  4. Bonito mesmo poema more...o problema de todos e que nos apegamos aos que parecer nos ignorar neh...bj

    ResponderExcluir
  5. O problema q todos temos ser aquele de dar valor aos q menos importam-se conosco.lindo poema bj

    ResponderExcluir
  6. Lu como poderia vim aqui no teu Blog e nao deixar um recado e te falar que te amo muito muito mesmo gosto dos seus concelhos das tuas brigas com migo das suas broncas te amo muito mesmo""joao

    ResponderExcluir

Suas palavras para mim são muito importante!!
Esteja a vontade em comentar, a honra é toda minha!!
Obrigada!
E volte sempre!!